Publicado em Deixe um comentário

Sem dolo, posição de sócio não basta para configurar crime tributário

Compartilhar:

Sem dolo, posição de sócio não basta para configurar crime tributário
Não há como considerar que a posição de gestor, diretor ou sócio administrador de uma empresa implique a presunção de que houve participação em fraude tributária se não houver, no plano fático-probatório, alguma circunstância que o vincule ao delito.
Segundo ministro Schietti, teoria do domí…



Fonte: Sem dolo, posição de sócio não basta para configurar crime tributário

#assessorjuridico #romulodeoliveiramartins


Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.